Ana Caroline Monte Nero de Albuquerque, Advogado

Ana Caroline Monte Nero de Albuquerque

Rio de Janeiro (RJ)
6seguidores93seguindo
Entrar em contato

Sobre mim

Advogada e Jornalista, Prática em direito público consultivo e contencioso civil
Advogada e jornalista por formação. Atenta ao que acontece no mundo e nas mutações do direito em razão dos fatos. Pesquisadora por natureza, zelo pela fidelidade dos conteúdos que veiculo. Mantenho a curiosidade em pautas com caráter de interesse público.

Principais áreas de atuação

Direito do Consumidor, 33%

É um ramo do direito que lida com conflitos de consumo e com a defesa dos direitos dos consumidor...

Direito Administrativo, 33%

É um ramo autônomo do direito público interno que se concentra no estudo da Administração Pública...

Direito Civil, 33%

É o principal ramo do direito privado. Trata-se do conjunto de normas (regras e princípios) que r...

Comentários

(26)
Ana Caroline Monte Nero de Albuquerque, Advogado
Ana Caroline Monte Nero de Albuquerque
Comentário · há 2 meses
Muito bacana seu texto, Ana Clara. Dá o recado exatamente da forma descrita no artigo como sendo o padrão: direto, respeitoso, despretensioso e persuasivo. Como todo tipo de serviço hoje em dia implica na tomada de dados de pessoas físicas e jurídicas, acredito que a notícia da promulgação da Lei n.º 13.709/18 ou LGPD é relevante, bem como alerta o público deste site para o necessário aprofundamento acerca dos efeitos que este novo diploma trará ao universo jurídico. Inicialmente, presumo que serão dois os cenários a partir de agosto do ano que vem: o do cuidado no trato dos dados que os escritórios de advocacia e advogados autônomos terão de garantir a seus clientes quando da contratação de seus serviços, e o cenário da LGPD como mérito no caso concreto, ou seja, como base para teses. Obrigada por compartilhar informação e conhecimento. Vou compartilhar!
Ana Caroline Monte Nero de Albuquerque, Advogado
Ana Caroline Monte Nero de Albuquerque
Comentário · há 4 meses
Parabenizo a autora pelo artigo, o título realmente chamou minha atenção. Quanto à fé na humanidade, não comungo dessa crença, em verdade acredito no contrário e prefiro me surpreender positivamente quando alguém demonstra que vale a pena. Mas jamais farei juízo de valor acerca dessa divergência, uma vez que entendo ser um traço da minha personalidade, ou seja, algo que jamais deve ser imposto. O mundo é bom com as pessoas divergindo mesmo. Tenho uma crítica, apenas, em um ponto do texto: o mundo não está mal, o mundo (me refiro às pessoas) sempre foi mal. De igual modo, a cretinice de quem se vale da humilhação para entreter-se não é um fenômeno recorrente só no Brasil, mas no mundo. O que mudou é que hoje todos têm voz, todos querem se expressar, as pessoas estão mais à vontade para exprimir do melhor ao pior sentimento e ao tomar conhecimento disso, nos assombramos, pq sim, o que a autora compartilha é exatamente como a falta de empatia em alguém é assombrosa. Dito isso, compartilho um título de um livro, cuja indicação peguei no programa Globo News Literatura, sob a direção do jornalista Edney Silvestre. Trata-se do livro "Humilhado", do autor e jornalista inglês Jon Honson. Li há mais de um ano e até hoje faço boas reflexões a partir dos casos reais de humilhação pública que ele tratou no livro ao entrevistar pessoas que foram alvo ou provocadores de algum tipo de julgamento público ou linchamento moral. É isso...no mais, obrigada à autora pela leitura.

Perfis que segue

(93)
Carregando

Seguidores

(6)
Carregando

Tópicos de interesse

(29)
Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

Outros advogados em Rio de Janeiro (RJ)

Carregando

ANÚNCIO PATROCINADO

Ana Caroline Monte Nero de Albuquerque

Entrar em contato